Mês: julho 2014

5 dicas para organizar o guarda-roupa

O seu guarda roupa é bagunçado? Para a maioria das pessoas a resposta é sim! Veremos neste post algumas dicas básicas para organizar o guarda roupa e ganhar espaço e eficiência no seu dia a dia.

É realmente impressionante como os guarda roupas se tornam bagunçados tão facilmente, basta uma camisa no lugar errado, uma calça embolada no canto e pronto. Quando agente menos espera tudo está em perfeita desordem. Pensando nisso separei 5 dicas infalíveis para organizar o armário e banir a desordem de vez!

1-Limpeza!
A melhor maneira de começar a organizar o guarda roupas é tirar tudo o que você não precisa. Classifique tudo em três pilhas: Manter, doar e lixo. Peças que você não usa a mais de um ano, mas que estão em bom estado deve entrar no doar, roupas muito velhas e papeis sem utilidade entram em lixo.

2- Espaço!
Mais da metade do nosso guarda roupas é ocupado por peças que usamos raramente, como casacos de inverno, botas e cobertores mais pesados. A dica é retirar essas peças e guardá-las em outro local, dessa forma o guarda roupas ganha mais espaço para o que é realmente necessário no seu dia-a-dia. Entendemos que nem todos tem espaço sobrando, por isso indico Vac Bag e o Hang Bag ambos são sacos organizadores a vácuo que diminuem o tamanho da peça em até 3 vezes e conserva sem poeira e sem mofo até a próxima estação!

3- Cores!
Organize suas suas roupas por cores e tipo. Por exemplo as camisas que podem ser separadas por cores e os vestidos de cetim separados dos vestidos de malha. Você verá que este processo não é tão difícil como parece e dessa forma você encontrará suas peças mais facilmente e evitará bagunça.

4- Ordem!
Aproveite as gavetas e prateleiras na organização, mantenha o mesmo princípio de cores e tipos. Faça uma gaveta para camisas, outra para meias e assim por diante use as colmeias organizadoras para gavetas!

Dica: Use o dobrador de roupas. Com quatro movimentos a roupa fica impecável! A padronização de tamanhos te ajudará a ganhar bastante espaço no guarda roupas.

5- Tudo no lugar!
Provavelmente você tem acessórios como cintos e lenços que ficam espalhados dentro do guarda roupas. Para organizar use recipientes separados como o cabide para lenços, cabide para cintos, cabide porta lingerie e caixas organizadoras .

Depois de organizar o seu guarda-roupas seguindo todas essas dicas anteriores você com certeza terá muito mais espaço. Agora é hora de aproveitar este espaço com cabides organizadores de sapatos, bijuterias, meias , calcinhas, sutiens, cintos e gravatas e com multi-bolsões. Estes cabides são ótimos para quem tem um quarto pequeno e um guarda roupas organizado!

Dica: Coloque dentro do guarda roupas desumidificadores anti-mofo de ambiente para evitar odores desagradáveis e o mofo. E para dentro das gavetas, existem opções decorativas de bolas e coraçõezinhos de cedro que deixam um cheiro agradável e também são anti-mofo.

 

Fonte:  http://goo.gl/jcNltG

10 dicas para escolher móveis para espaços pequenos

1. Móveis retos funcionam melhor. “Possibilitam encaixes nos ambientes. Prefira-os”, diz Jader Almeida.

2. Peças suspensas são sempre bem-vindas: elas privilegiam a circulação.

3. A melhor maneira de visualizar um móvel no ambiente é simular seu tamanho real. No chão, demarque as medidas com jornal. Observe se sobra área para os outros móveis.

4. Escolha elementos que possam mudar de lugar. O banquinho que está na cozinha deve servir para a sala, para a área de serviço etc.

5. Pense na decoração alinhada ao seu dia a dia, e não às ocasiões especiais. “Não faz sentido uma mesa enorme, que ocupe metade da sala, para um lugar onde vivem duas pessoas. Quando o número de convidados for grande, improvise”, afirma Marcus Ferreira.

6. Em busca de leveza visual, prefira as peças que misturem poucos materiais. “Se o ambiente é pequeno, o ideal é que os móveis nem sequer sejam notados”, diz Jader Almeida.

7. Não compre tudo ao mesmo tempo. O ideal é partir do móvel maior. Os demais vêm depois, se sobrar espaço.

8. Peças dobráveis e empilháveis são as grandes aliadas das metragens reduzidas. Dê preferência a elas, desde que o conforto e a estabilidade sejam preservados. “Não adianta ter uma mesa dobrável que chacoalha durante o uso”, explica Fernando Jaeger.

9. Tenha poucos móveis. Não cabem o sofá nem as poltronas? Fique apenas com o sofá – um que você ame.

10. Opte pela ocupação horizontal, e não vertical. Quanto menos preenchida estiver a parede, mais respiro tem a decoração.

Fonte: http://goo.gl/sNxaN

Faça você mesma: Mini horta de temperos

 

Ter temperos fresquinhos na hora de cozinhar dá um toque todo especial no prato preparado. Pensando nisso reunimos algumas dicas de como montar uma mini horta de temperos em casa para você.

1. Os vasos para horta de temperos devem ter no minimo 20 centímetros de altura.

2. Escolha mudas ao invés de semente, pois assim poderá colher mais rápido além do cultivo ser mais fácil.

3. Escolha os temperos que mais utiliza na cozinha entre os mais comuns: orégano, salsinha, cebolinha, manjericão, pimenta, coentro, além das outras que desejar.


4. Prepare o vaso colocando argila expandida ou outro material de drenagem no fundo do vaso, adicionando por cima a manta e em seguida o substrato.

5. Para plantar, faça uma cova no substrato, retire a muda do saquinho com cuidado e coloque-o na cova. Em seguida cubra até a altura da base e regue.

6. Coloque os vasos já plantados em um ligar com luz solar, regue uma vez ao dia tendo cuidado para não molhar demais.


Viu só como é fácil? :)

Fonte: http://goo.gl/VDzoPs

Faça você mesmo: Tapete de Pompons de Lã!


Além de ser perfeito para decorar o ambiente, o tapete também tem a funcionalidade de deixá-lo mais aquecido, confortável e elegante. Inclusive para quem mora em uma residência de piso frio ou adora andar descalço.

Você pode fazer um tapete colorido ou monocromático. Segundo Eliane Palmieri, coordenadora de criação e cursos da Paramount Têxteis, de São Paulo, para fazê-lo basta ter alguma habilidade para trabalhos manuais e um tempo livre disponível. Isto porque, para preencher a tela de 95cm de diâmetro, foram necessários 564 pompons e cada um leva cerca de 2 minutos para ficar pronto. Mas o resultado compensa no final: um belo tapete exclusivo para sua casa.

Confira os materiais necessários e como fazer passo a passo:

Você vai precisar de:

Tela para tapeçaria
60 novelos de lã (cinco de cada cor)
Disco Pom-pom fácil
Agulha de crochê nº 3,5
Tesoura

01- Corte uma circunferência de 95 cm de diâmetro na tela. Para evitar que desfie, costure um viés na borda.

02- No método tradicional de fazer pompons, são usados círculos de papelão com um furo no meio, porém eles resistem a poucas bolinhas, já que rasgam facilmente. Aqui, preferimos um acessório formado de quatro arcos plásticos, encaixados em pares, que rende pompons de 4 cm.

03- Enrole a lã em cada par até cobri-lo todo.

04- Encaixe as bases dos pares, o que resulta em um anel duplo.

05- Corte os fios na dobra – cuidado para não desencaixar as peças.

06- Corte um pedaço de 20 cm de lã da mesma cor com que se está trabalhando. Então afaste um pouquinho um anel do outro, abrindo espaço para amarrar o miolo com o fio. Dê um ou mais nós, de modo a ficar firme, e deixe sobras de fio de cada lado.

07- Retire os arcos – o pompom está pronto!

08- Prenda o primeiro deles no centro da tela: com a agulha de crochê, passe as pontas do fio pela tela, deixando um intervalo de pelo menos dois buraquinhos entre elas, e faça dois nós.

09- Repita com os demais pompons, encostando um no outro, mas sem comprimi-los. Mescle os tons a gosto. Quando o tapete estiver pronto, aplique resina antiderrapante na face inferior.

 

Fonte: http://goo.gl/ziuKHx

Newsletter

Receba nossas novidades e promoções por email